A imprensa brasileira deu tanto destaque à não renovação do contrato por parte do apresentador do emblemático “Domingão do Faustão” que ambas as partes se viram na obrigação de falar sobre o assunto.

Faustão, em comunicado, declarou apenas que: "Gostaria de deixar aqui registada a minha gratidão à Globo, onde aprendi muito e com a qual tive a honra de viver nos últimos 32 anos uma parceria de respeito e sucesso. Repito aqui o que sempre disse no ar: a Globo é uma empresa quase perfeita".

Já a Globo referiu, emitiu também um comunicado: “Nestes mais de 30 anos de parceria, a TV Globo e o apresentador Fausto Silva sempre conversaram sobre novas oportunidades e inovações. Foi assim também nas últimas semanas, quando teve início o o último ano do atual contrato. Mas, diante da decisão do apresentador de encerrar sua jornada à frente de programas semanais, só cabe à TV Globo respeitar e aplaudir a história que ele construiu”.

A imprensa brasileira adianta que Faustão recusou uma proposta do canal para deixar as tardes de domingo e passar a assumir um programa às quintas-feiras à noite. Avança ainda que apresentador de 70 anos tinha um salário estimado entre os 4 e os 5 milhões mensais e que a redução deste valor estaria nos objetivos da empresa na renovação do contrato uma vez que a empresa implementou uma nova política de redução de custos.