Jorge Corrula dá vida a Domingos na novela "A Serra", da SIC, e o ator conta a história do seu personagem. "É um homem que decidiu ficar na terra com um negócio familiar, uma mercearia. A sua história começa com ele a lutar pela sua família logo e vai ser assim até metade da novela".

Domingos é um homem de 40 anos que não sabe gerir as suas emoções. "É um homem a preto e branco. Só vive para o trabalho e para a filha, e logo aí percebe-se que vai ser difícil gerir a relação amorosa com a Rosalina [Soraia Chaves]", revela Jorge.

O ator afirma que este papel tem pouco de si, mas o facto de gravarem tantas horas ajudou-o a encontrar-se mais rápido. "Esta personagem foi um grande desafio para mim".

Jorge Corrula faz par romântico com Soraia Chaves na novela. Os dois atores contracenaram juntos no filme "Crime do Padre Amaro" e reencontram-se 15 anos depois. "Quando aceitei este papel, já sabia que a Soraia iria fazer de minha mulher e fiquei feliz por nos reencontrarmos. Acho que se tivesse de trabalhar com ela seis meses depois do `Crime do Padre Amor´, não ia ficar tão contente, mas agora, de repente, somos outras pessoas, cada um cresceu à sua maneira, e trabalhar com ela é um desafio", afirma o ator.

No entanto, Jorge realça que o papel de Domingos e Rosalina nada tem a ver com os papeis de Amaro e Amélia. "Há química, mas sem sexo. É uma relação cristalizada, onde podem dar um beijo de manhã e à noite", garante.

                                                                                                                    Fonte: Maria