Antes da tragédia acontecer, Célia contou a Joana estar determinada para começar uma nova vida em Lisboa, algo que Estela questionou por acreditar que a irmã estava a tramar alguma. Estela percebe também que a irmã tem algo com Raul.

Célia decide contar ao sobrinho de Peter que Ema e Zeca iam encontrar-se às escondidas. Mais tarde, em conversa com Raúl, faz-se de culpada enquanto é apanhada por Estela que fica indignada com a irmã e ameaça contar tudo à Ema.

“Para quê isto?! Queres mesmo ficar com tudo o que é da Ema?! A filha dela, o marido dela…”

Antes que a irmã saia, Célia atinge-a com um objeto pesado na cabeça, deixando-a inconsciente. Os sinais vitais de Estela estão fracos e os bombeiros, entretanto chamados por Célia que inventou a sua versão dos factos, levam-na para o hospital.