O final de “Amar Demais” está previsto para junho, mas o desfecho das personagem já começa a ser revelado. Segundo a revista Maria, depois de muita maldade, os vilões irão pagar por tudo o que fizeram. Veja como tudo vai acontecer:

Célia está grávida!

Após se apoderar da identidade de Madalena, Célia, em conversa com Ema, finge ter falhas de memória e diz não se lembrar de partes do seu passado. Após descrever à suposta amiga os sintomas que tem sentido, a amada de Zeca diz achar que esta pode estar grávida e compra-lhe um teste de gravidez. E confirma-se: Célia está grávida! Mais tarde, Raul, a pensar que está a falar para Madalena, envia uma mensagem a Célia e afirma que esta não lhe vai tirar o filho.

Contudo, a felicidade dura pouco! Madalena consegue fugir do cativeiro onde a irmã a pôs e encara-a. Confronta-a com o roubo de identidade e Célia tenta manipula-la a dizer que o acidente deve-a ter afetado a cabeça. Aproveitando uma distração da mãe de Rita, a vilã foge.

Célia acaba por ser apanhada pela polícia e Estela acha melhor a irmã ser internada numa clinica psiquiatra. Meses depois, quando chega a altura do parto, Célia é transportada para o hospital numa ambuância. Ambulância essa conduzida por… Raul!

A vingança de Raul

O marido de Ema, quilómetros depois, mata um enfermeiro e ordena à enfermeira que saia da viatura. O vilão revela que se vai vingar da mulher que o enganou durante meses. Raul liga à verdadeira Madalena e ameaça-a, dizendo que se a mulher não for ter com ele, mata a gémea. Quando chega ao local, a empresária pergunta pela irmã, mas o homem amarra-a.

Num matadouro, Célia grita dentro de uma arca frigorífica. Fica desesperada quando se apercebe que lhe rebentaram as águas e pede a Deus que não deixe o filho morrer. Raul, com ar tresloucado, diz a Madalena que deixa o sobrinho viver se esta prometer ficar com ele para sempre. Madalena cede à chantagem do vilão e Raul deixa-a auxiliar a mãe de Joana.

Num momento de grande aflição, a mãe de Rita pede desculpa à irmã por dizer que nunca a ia deixar ver o filho. Leva-a para o exterior, sob ameaça de Raul, e inicia o parto do sobrinho. O pai de Zequinha começa a sentir-se mal e Madalena repara na quantidade de insulina que o homem tem dentro da mochila. Raul quer ir embora com a amada, mas a mulher só vai se o sobrinho também for.

Entretanto, o empresário procura a insulina e Madalena, num reflexo, atira-a para dentro da arca frigorífica. Raul vai buscar e, nesse momento, a tia de Joana fecha-o lá dentro, junto à irmã Célia. A empresária fica preocupada com a irmã, mas ela manda-a embora.

Final trágico

Posteriormente, Madalena consegue ligar a Gabriel e explicar a situação. Ao mesmo tempo, Raul grita pela amada e Célia prepara-se para o atacar com um ferro. Porém, este reage e empurra-a, fazendo a mulher bater com a cabeça. Está morta!

Horas mais tarde, a polícia consegue localizar Madalena e esta indica onde está a irmã e o ex-amante. Quando entram dentro da arca frigorífica, estão ambos mortos. Por fim, a empresária chora a morte da irmã no ombro de Gabriel.