Em "Amor, Amor", já se adivinhava o que aí vinha com o clima de romance entre Romeu e Linda. A esposa de Bruno decide revelar a verdade ao marido.

Depois de ver o ar de comprometida com que a companheira entra em casa, Bruno quer saber onde a mulher foi. "Eu sempre soube que não te merecia, que não era digna do teu amor", afirma de forma emocionada Linda.

Perante o desconforto de Bruno, a sua esposa continua a explicação: "Precisava de pôr as ideias em ordem, fui até ao rio e encontrei o Romeu. E fiz porcaria, discutimos forte e feio, depois ele beijou-me... nós beijamo-nos". Linda afirmou que "segundos depois arrependi-me" e pede "desculpa".

Bruno explode de raiva e procura a justificação da atitude da mulher. "Foi para te vingares do que aconteceu com a Cátia?!", pergunta. Linda garante que "não foi premeditado, juro" e que "é como uma força que me empurra para ele". "Tu és o meu marido, o pai dos meus filhos, o homem mais integro, mais honesto, o melhor homem que conheço", elogia o marido. Contudo, Bruno não vai na conversa, "mas não me amas, nunca olhaste para mim como olhas para ele", defende.

O pai de Mélanie e Lucas sai destroçado de casa, enquanto Linda chora.

Fonte: Revista Maria