Romeu não está tranquilo. Ansioso, tira a letra que Linda escreveu para ele e sente-se confuso. Quer concentrar-se mas não consegue: "Sai, sai da minha cabeça", grita deitando tudo o que encontra à sua frente ao chão.

Desesperado, encaminha-se para a régie e começa a cantar a canção "Do Lado do Amor" e emociona-se. Linda entra, sem que ele note a sua presença, e apercebe-se de que Romeu chora. Quando ele repara que Linda está mesmo ali, tenta disfarçar e desliga a música. Linda também tenta disfarçar que aquela imagem não mexeu com ela. Romeu questiona: "O que estás aqui a fazer?". Linda responde: "Vim dizer-te que ganhaste. Eu vou prestar declarações, admito que menti, faço até um desmentido público, se quiseres, mas devolve-me a minha filha". O cantor diz-lhe que Mel faz o que quer e que ele não a pode obrigar a nada. A mãe da rapariga diz-lhe: "Manda-a embora da tua casa e eu digo que a letra é tua. Limpo o teu nome".

Vindo do nada, Romeu pergunta a Linda porque é que se foi embora sozinha há 20 anos. Linda responde-lhe: "A guarda foi lá a casa, disseram que houve uma denúncia anónima e só estávamos lá nós e o teu pai! Tu entregaste-me à guarda!". O pai de Sandra jura-lhe que aquilo não é verdade mas ela não acredita. "Eu amava-te, Linda. Primeiro como amiga, depois como mulher, amava-te como nunca voltei a amar ninguém, mas percebi isso muito tarde".

Aos poucos ele foi-se aproximando dela e acabou por a beijar. Ela correspondeu-lhe mas foram interrompidos pelo som do telefone. Ela desperta para a realidade, afasta-se e bate-lhe: "Nunca, mas nunca penses que sou igual a ti, que desço ao teu nível! Amo o meu marido, não devias ter feito isto, metes-me nojo!".

Romeu vai atrás dela e pede-lhe que espere mas sem sucesso. Ele volta a implorar-lhe que acredite nele: "Não fui eu que te denunciei, tens de acreditar em mim!". Linda insiste: "Diz-me como, Romeu? Estava lá, naquele concerto, quando dedicaste a música que eu escrevi à Vanessa. Quando a pediste em casamento! Ela grávida! A canção que escrevi sobre nós! Tu eras meu amigo. Não pensei duas vezes em ajudar-te quando o teu pai estava prestes a matar-te... Como é que me agradeceste?".

Romeu não tem como provar mas ainda assim persiste em dizer-lhe a verdade: "Acredita em mim, por favor. Não te entreguei à guarda! Olha para mim, estou a dizer a verdade. Fui ter contigo na manhã seguinte como combinámos, mas o teu pai disse-me que tinhas ido embora. Fui atrás de ti e fingiste que não me viste, nem sequer paraste!". Linda, esgotada, finaliza: "Há tantas mentiras no meio da nossa história que é difícil acreditar em ti. Faz a minha filha voltar para casa e eu limpo o teu nome. Só me interessa ter a Mel de volta. O resto é passado", diz.

Fonte: Telenovelas