No estúdio, Cajó encontra-se a fazer algumas alterações a uma música, sendo interrompido por Sandra, que ao ouvir a música pede-lhe para a cantar. Mesmo constrangido, Cajó faz a vontade à filha de Romeu, mas a cantoria não corre bem.

Sandra não sabe cantar e mal abre a boca desafina logo, mas persiste, sem sucesso. Enervada, a jovem acaba por ter um ataque de fúria por não conseguir cantar como Melanie. Só com a chegada do pai é que a jovem consegue parar de partir tudo dentro do estúdio e acaba por se sentar no chão desolada.

Romeu aproxima-se de Sandra e questiona-lhe sobre o seu ataque de fúria e a jovem conta-lhe que sente que o pai nunca olhará para ela como olha para Mel. O cantor percebe os ciúmes da filha e abraça-a para a acalmar, dizendo-lhe que ela é a coisa mais importante da sua vida.