Henrique tenta de tudo para que Maria Rita não volte para a serra, mas perante a irredutibilidade da filha vê-se obrigado a contar-lhe que está muito doente e que corre risco de vida. Maria Rita fica chocada. Então, o pai explica-lhe que precisa de um transplante de fígado e que a única pessoa compatível é Mercedes, mas que, por já não estarem juntos, ele fica numa posição muito frágil.

Entretanto, é notória a gentileza da mãe de Henrique para com a pastora, enfatizando a gravidade da situação, mas à qual Maria Rita apenas diz ter a certeza de que tudo se irá resolver.

No entanto, Maria Rita fica a pensar no problema do pai. Júlia conversa com Henrique e alerta-o de que estão a ficar sem tempo e que Maria Rita continua sem perceber o que pretendem dela.

Mercedes fica sem reação quando Maria Rita lhe conta o que se está a passar com o seu ex-marido e que ela é a única que o poderá salvar. A mãe de Vera ri-se e diz que por ela Henrique pode bem morrer pois não vai ajudar quem a expulsou de casa. Maria Rita fica perplexa com a atitude da mulher mas esta está já a fazer contas com a possibilidade do marido morrer e poder ficar com a herança dele.

Maria Rita, em conversa com a Suzy, começa a ponderar poder ser ela a compatível a ajudar o pai. Henrique, por sua vez, está preocupado pois Honório não vai permitir que a neta o ajude.

Na cozinha, Henrique consegue ouvir uma conversa entre o avô e a neta em que ela lhe diz que gostaria de ajudar o pai. Henrique ri-se, às escondidas, satisfeito. Joca não concorda com a decisão da amiga e Maria Rita fica dividida.

Entretanto, Henrique tem uma crise hepática e é internado no hospital em estado grave. Todos acreditam que Maria Rita vai decidir salvar o pai.

Fonte: Maria