Desde o início da novela que a relação entre Honório e Teodora sempre foi de muita cumplicidade. Os dois amigos sempre se apoiaram muito em relação aos seus dependentes - Maria Rita e Joca. Contudo, a relação de amizade irá crescer para algo mais. Veja como tudo vai acontecer:

Depois de Maria Rita se mudar de malas e bagagens para casa dos Trindade de Sousa, Honório ficou a morar sozinho na Serra da Estrela. A sua única companhia passou a ser Teodora, a sua amiga de longa data. Esta tem-no apoiado muito depois de a filha Carolina o ter tentado separar da neta.

Um dia, em casa, Honório diz a Maria Rita que está nervoso por causa do que está prestes a fazer: «A única vez que eu pedi alguém em casamento foi à tua querida avó, que Deus a tenha». Maria Rita tenta acalmar o avô e afirma ter a certeza que Teodora vai aceitar o pedido.

Mais tarde, os dois entram no café e a jovem diz que tem de sair para procurar Suzy. Teodora percebe que vai ficar sozinha com o queijeiro e tenta escapar-se, mas sem sucesso. Honório vai direto ao assunto e diz: «Gostava que fosses minha companheira para o resto da minha vida. Aceitas casar comigo?».

Barnabé, que ia a entrar com um ramo de flores, fica desolado ao ver aquela cena e sai, sem eles repararem. Por sua vez, Teodora não dá uma resposta a Honório e apenas lhe pede para a deixar primeiro tratar de uns assuntos. O avô de Maria Rita fica apreensivo e não percebe a atitude da mulher.

Celinha, que chega depois, diz à sogra que talvez seria o melhor Teodora juntar-se com Honório, visto eles já terem muita cumplicidade. Pompeu, que está com o queijeiro, acalma-o ao dizer que a mãe de certeza que vai responder que sim ao pedido de casamento.