Ao longo da novela, Vera faz de tudo para arruinar a vida de Maria Rita, a sua meia-irmã. Depois de esta lhe roubar o lugar na família e o namorado David, a vilã aproveita um acidente nas escadas de casa durante uma discussão com a pastora para a acusar de a ter atacado. Vera acaba por conseguir que todos fiquem contra Maria Rita e a neta de Honório, furiosa, obriga Vera a confessar o que realmente aconteceu.

No hospital, Maria Rita entra de rompante no quarto de Vera e anuncia que chegou a hora de ela contar toda a verdade sobre a sua queda nas escadas e que Maria Rita não teve nada a ver com isso. Assim, a pastora pega no telemóvel e põe-no junto da irmã. Vera, num movimento rápido, consegue tirar o telemóvel da pastora e esconde-lo atrás das suas costas.

Maria Rita tenta recuperar o telemóvel e, nesse momento, entra Constança, que fica convencida que a pastora estava a agredir a irmã mais velha. A filha de Carolina conta o que aconteceu e pede à irmã mais nova para lhe ligar e assim ver que o telemóvel está com Vera. Esta liga, mas não se ouve nada. Maria Rita vê-se obrigada a sair do quarto, irritada e quase a chorar. Mais tarde, quando Mercedes vai visitar Vera, a vilã revela o que realmente aconteceu no dia do acidente e pede-lhe que se livre do telemóvel da pastora.

Na casa dos Trindade de Sousa, os gémeos falam sobre o acidente e chegam à conclusão que toda a situação pode não passar de uma grande encenação de Vera para tramar Maria Rita. Quando Aldina ataca Maria Rita por ter a certeza que esta fez mal a Vera, a amiga de Joca parte um objeto. Júlia assiste e decide reagir de imediato.

A matriarca diz à neta que o melhor que ela tem a fazer neste momento é sair daquela casa e abdicar da sua parte da herança. Maria Rita toma um posição e garante que tal não vai acontecer, pois desta vez vai lutar pelo que é seu por direito.

Fonte: TV Mais