A partir das 00h da próxima sexta-feira, dia 15, a obrigatoriedade de confinamento regressa à totalidade do território nacional. Em comunicado, a Media Capital, dona da TVI, assegura a continuidade da oferta informativa e de entretenimento.

Segundo o comunicado, "os noticiários e programas de informação são conteúdos prioritários e serão assegurados pelo número mínimo de profissionais". Neste sentido, "o papel da informação da TVI é de esclarecer e de incentivar os portugueses a adoptarem comportamentos preventivos, através da opinião dos especialistas", acrescenta a comunicação.

A estação de Queluz de Baixo garante que vai intensificar "a cobertura jornalística para que, nos programas informativos, o público possa acompanhar, rapidamente, a evolução dos casos de coronavírus e as orientações das autoridades públicas". "A informação da TVI manterá o seu registo de independência, rigor, diversidade e proximidade", acrescenta.

Já no que no entretenimento diz respeito, em comunicado, a TVI garante a continuidade das emissões regulares de "Dois às Dez" e "Goucha". Os conteúdos destes formatos "serão adaptados às novas circunstâncias, não só com recurso a convidados por vídeo chamada, mas também nos temas que serão tratados, sem negligenciar a necessidade que o público tem, nesta fase, de encontrar na televisão a sua companhia e, muitas vezes, um escape".

Tal como os dois formatos de daytime da TVI, "Big Brother: Duplo Impacto" irá continuar em exibição. Segundo o comunicado, o reality show irá contar com um "reforço do protocolo de segurança junto das equipas e uma redução do número de elementos dessas equipas".

Quanto às produções da Plural, produtora de obras de ficção da TVI, o comunicado diz que "estão asseguradas". Já as emissões da Rádio Comercial, Cidade, M80, Smooth e Vodafone FM "não vão parar", apenas vão sofrer "adaptações nos métodos de trabalho".