Para Dalila Carmo, 2020 foi um ano muito difícil, marcado pela partida da sua avó, mas também pelo final de um projeto onde deu muito de si – ‘Na Corda Bamba’. A poucos dias de dizer adeus a 2020, a atriz fez uma publicação no seu instagram de modo a fazer uma retrospetiva sobre o seu ano e aquilo que espera para 2021.

A atriz que deu vida a Lúcia na telenovela assinada por Rui Vilhena inicia a publicação afirmando ter começado 2020 a celebrar o final das gravações de ‘Na Corda Bamba’, mas que esta felicidade durou pouco, alertando para a desigualdade de género vivia na sua profissão: “A indústria procura mulheres até aos 30 e dá mais 30 anos de bónus ao sexo masculino.”.

Na mesma publicação, a atriz relembra a avó que faleceu em Novembro deste ano, revelando que a causa da morte não está relacionada com COVID –  "2020 foi também o ano em que fiquei sem a minha avó quando nada o fazia prever. Não foi de covid.

Relativamente a 2021, Dalila Carmo apelou ao trabalho em equipa e ao despojamento, como se pode ler de seguida: