Uma década depois, Fátima Lopes abandonou a TVI e, ao longo da última semana, muito se tem especulado. A apresentadora nega que divergências salariais tenham sido o motivo para deixar a estação de Queluz de Baixo.

Fátima Lopes recorreu às redes sociais para negar uma notícia de uma revista. A publicação referia que "o dinheiro esteve no centro das divergências entre a comunicadora e a administração da Media Capital, dona da TVI".  

"Acabei de ler um artigo na revista TV Mais que assenta num conjunto de mentiras sem fundamento, que para mais não servem do que para tentar branquear uma situação que não criei", começa por escrever Fátima Lopes.

A apresentadora continua dizendo que "de facto, não sei funcionar com a arma com que me atacam: a mentira". "Não esperem, assim, que siga e alimente este caminho", garante.

Fátima Lopes termina a publicação pedindo desculpa pelo "desabafo", "mas 'quem não sente não é filho de boa gente'", acrescenta.