Inês Folque foi mãe pela primeira vez há quase um ano e em entrevista à revista Caras partilhou aquilo que tem sido o seu papel de mãe. Considerando que tudo mudou na sua vida após o nascimento de Tomás, a jovem atriz revela ter-se vindo a descobrir. “Deixa de haver tempo para coisas triviais, descobri-me numa pessoa diferente, mais completa, mais serena e segura… Tem sido uma viagem muito bonita…”, menciona Inês.

Inês garante que o papel de mãe exige uma responsabilidade enorme e que esperou todos os dias por este momento: “Mas vão passando as fases e percebes que nunca mais serás a mesma, que há um ser pequenino pelo qual és responsável para sempre que precisa de ti para tudo.”, revela a atriz.

Não escondendo que a maternidade lhe trouxe mais maturidade e crescimento pessoal, a atriz de 33 anos evidencia que a pandemia potenciou que a família estivesse mais reunida, uma vez que o marido da atriz começou a trabalhar em regime de teletrabalho. “Ganhámos uma maior companhia do Gonçalo em casa, uma vez que está muitos dias em teletrabalho, e isso teve impacto direto neste caminho que fizemos com o nosso filho.”, garante.

A atriz aproveitou a conversa para contar que a chegada de um bebé muda a vida de um casal, obrigando-o a redescobrir-se novamente enquanto casal. “Um bebé vem mudar tudo na vida do casal. De repente, ocupar o espaço todo e há um caminho de descoberta do nosso espaço a dois novamente.”, demonstra a atriz.

Depois de ter estado 24 horas sob 24 horas dedicada ao filho, Inês Folque voltou ao pequeno ecrã e pode ser vista no programa ‘Hoje é Domingo!”. A atual repórter da RTP mostra que já tinha muita vontade de voltar a trabalhar e que tem adorado a experiência no programa da estação de televisão publica. “Tem sido espetacular. Estou feliz…. Adorei poder acompanhar o crescimento do Tomás praticamente em exclusivo durante os primeiros meses de vida dele, mas tinha muita vontade de voltar a trabalhar.”, afirma a repórter.