Surgiu a necessidade desta entrevista: “No momento mais crítico da Saúde em Portugal, importa ouvir Marta Temido, a ministra da Saúde”, anuncia a RTP em comunicado.

Relembre-se que os números de infectados, e consequentemente de internados, na última semana têm causado uma pressão gigantesca nos hospitais de todo o país o que originou a um agravamento das medidas restritivas por parte do governo e que foram anunciadas ontem, segunda-feira, pelo primeiro ministro António Costa.

A Ministra da Saúde terá de responder a questões relacionadas com a possibilidade de requisição civil aos hospitais privados, com a alteração da gestão do stock de vacinas para acelerar vacinação nos lares e responder pelos números recorde de hoje que coloca Portugal como sendo o Estado-membro da União Europeia com uma média de mais novos casos por um milhão de habitantes e o segundo a nível mundial, só atrás de Israel.