A pandemia de Covid-19 tem afetado durante esta semana a vida de todos os portugueses e Nuno Santos, atual diretor geral da estação de Queluz de Baixo, não foi exceção.

No seu Instagram, através de uma publicação fotográfica, Nuno Santos mostrou-se absolutamente chocado com as consequências da pandemia em Portugal, mais concretamente na cidade de Lisboa.

Numa fotografia das ruas mais movimentadas da baixa de Lisboa, Nuno Santos partilhou ter feito um agendamento para a renovação do seu Cartão de Cidadão há cerca de três meses para o dia de hoje. Contudo, quando lá chegou, encontrou o estabelecimento de portas fechadas.

«Sinal dos estranhos tempos e tomemos como boa a informação que está na porta: "Será contactado, em breve". Que assim seja», diz Nuno Santos. Contudo, não foi essa a situação que chocou o diretor da TVI. O que mais o surpreendeu foi o vazio que se fez sentir nas ruas do Chiado. «O que choca mais, quando se deixa o Chiado, é a cidade sem vida», afirmou.

«E, no entanto, não haver (quase) ninguém é o que se deseja e do que precisamos. Ninguém está a salvo!» conclui o diretor-geral da TVI.

A caixa de comentários encheu-se de algumas lamentações dos seus seguidores. Uns através de emojis que simbolizam tristeza e outros deixam alguns desabafos: «Prova que somos nada»

Veja aqui a publicação na íntegra: