O 'All Together Now' é um dos formatos de talentos mais recentes e, provavelmente, o mais irreverente de sempre. No estrangeiro faz sucesso, e por cá, as dúvidas são muito poucas de que não conquiste os espetadores.

Diz-se que a sua aposta é uma ideia de Cristina Ferreira. Uma ideia imensamente válida, mas completamente fora da caixa. Não faz qualquer sentido apostar neste programa nos tempos que atravessamos. Não só porque quebra regras estipuladas, como cria uma imagem incoerente nos telespectadores. E essa poderá ser a grande razão do seu insucesso.

Ainda assim, as gravações do novo talent show já arrancaram e mesmo estando o país a atravessar um novo estado de emergência, as mesmas continuam. Contudo, a DGS já tornou publico que a produção do programa não pediu nenhum parecer relativamente à viabilidade da continuidade das gravações mesmo.

A verdade é que todos os eventos culturais e ajuntamentos ficaram proibidos com a entrada em vigor do estado de emergência, mas o talent show da TVI não. Para além de ser gravado num ambiente fechado, o formato conta com 100 jurados e várias dezenas de concorrentes e técnicos. Ao que parece, a produção e o canal continuam a mostrar que o formato é para se manter.

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social revelou que tem recebido diversas queixas relativamente à falta de cumprimento do distanciamento social em programas televisivos, sendo que um deles é o ‘All Together Now’ por causa da concentração de um elevado numero de pessoas que o formato junta dentro do Altice Arena.