Teresa Paula Marques nasceu a 31 de Janeiro de 1966, no Tramagal, uma vila do concelho de Abrantes. Devido à profissão do pai, que era militar do exército, com apenas três meses foi para a Guiné e da sua infância guarda memórias muito felizes. Os seus primeiros nove anos de vida foram passados em constantes viagens entre África e Portugal e, em apenas quatro anos, mudou oito vezes de escola. Regressou a Portugal em 1975.

Em 1987 entra na faculdade, onde se licencia em Psicologia Clínica. Também é Mestre em Psicopatologia e concluiu recentemente o doutoramento em Psicologia da Educação pelas faculdades de Psicologia de Lisboa e de Coimbra.

Depois de terminar o seu curso, trabalhou dois anos num bairro com famílias de etnia cigana, seguindo-se o desafio de trabalhar com pessoas seropositivas e respetivas famílias, às quais dava apoio psicológico e aconselhamento.

Exerce psicologia há 25 anos, tanto na área clínica como na educação, dá aulas e também formação de “Aconselhamento parental” a profissionais.

Se não fosse psicóloga seria jornalista, pois tem na comunicação uma das suas paixões. Escreve para a imprensa há muitos anos e, também participa em programas de televisão acabando por conciliar as duas áreas, pelas quais se apaixonou.

A sua primeira experiência com a comunicação social, aconteceu quando colaborou com a revista Teenarger onde tinha um espaço para responder a dúvidas de adolescentes. A esta seguiram-se outras e participou em programas de televisão como “E o resto é conversa” ou “Muita Lôco” e é frequentemente convidada para comentar temas que se enquadrem na psicologia infantil, psicopatologia ou ciberpsicologia (fenómenos ligados às novas tecnologias).

Em 1996 lançou o seu primeiro livro sobre adolescentes e tem ainda mais cinco livros editados.

Nos tempos livres gosta de ir ao cinema, escrever e fazer bijuteria, quase todos os colares que usa são feitos por si.

Teresa Paula Marques gosta de aprender e desenvolver novos projetos e por isso mesmo prepara-se para enfrentar um dos maiores desafios que lhe forma lançados: dar vida à “Supernanny Portugal”.