Norberto possui um envelope destinado a Beatriz, sem remetente. Diogo intercepta-o e vê ele próprio o conteúdo da carta: fotografias de eventos em família com destaque para as figuras de Teresa e Martim. Junto com as fotos vem um recado: “Vieram atrás do meu filho, agora vou atrás dos vossos. Samuel”.

Afonso fica em pânico por sentir que os sobrinhos estão em perigo mas Beatriz tenta instalar a tranquilidade apelando para que deixem o Samuel em paz. Diogo está contra. Aliás, quer mesmo enfrentar Samuel e sem a polícia envolvida.

Afonso quer juntar-se ao irmão mas Beatriz tenta travá-los. Ela tem receio pelos riscos que os filhos podem estar a correr e sugere que vão solicitar proteção policial. Diogo não aceita e quer ser ele próprio a acertar contas com este homem.

Sem conseguir um acordo, Beatriz sugere ainda que Diogo contacte o amigo Leandro pra que ele leve uma mensagem ao Samuel. Diogo cede e Beatriz fica mais calma. Norberto faz o alerta de que mesmo assim não terão a garantia de que assim Teresa e Martim fiquem mesmo em segurança. Beatriz insiste que o mais importante é que todos se acalmem de forma a que os filhos venham a sofrer qualquer consequência. Diogo garante que protegerá sempre a sua família.